Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego (CITE) Doar

Pesquisa Facebook Instagram Twitter Flickr redes youtube

Encontre aqui a Cruz Vermelha mais próxima de si.

segunda-feira, 12 fevereiro 2024 11:07

Inaugurada nova Sede da Delegação de Braga com impacto na repostas locais aos mais vulneráveis

O Presidente Nacional da Cruz Vermelha Portuguesa (CVP), António Saraiva, marcou presença na impactante inauguração da nova sede da Delegação da CVP em Braga, realizada no passado domingo, 11 de fevereiro, coincidindo com o 159º aniversário da instituição.

O evento iniciou com uma calorosa receção aos convidados, seguida de visitas guiadas às instalações recém-renovadas. A meio da tarde decorreu uma sessão especial presidida pelo Presidente Nacional, que dirigiu palavras de gratidão e elogiou o trabalho árduo e dedicado dos colaboradores e voluntários da instituição, bem como aos fieis parceiros locais que permitiram a concretização deste projeto.

Entre as personalidades presentes, estavam os presidentes da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, e de Vila Verde, Júlia Fernandes, o Bispo Primaz de Braga, D. José Cordeiro e o Bispo Emérito D. Jorge Ortiga.

Durante o evento, foram homenageados colaboradores com mais de 20 anos de serviço e demais que se destacaram na vida desta Delegação, demonstrando o reconhecimento pela sua dedicação ao longo dos anos.

A inauguração desta nova sede representa o resultado de quatro anos de trabalho e esforço para renovar as instalações, que foram originalmente adquiridas em 1979 pelo então presidente da delegação, Pimenta Fernandes. O edifício renovado dispõe dos melhores meios para apoiar todos aqueles que procuram a assistência da Cruz Vermelha Portuguesa.

Na nova casa, funcionarão os serviços transversais da delegação e a Estrutura Operacional de Emergência, o Serviço de Apoio Domiciliário, a Escola de Socorrismo, os Serviços de Atendimento e de Apoio Social, o Gabinete de Inserção Profissional e o Departamento de Juventude da Cruz Vermelha.

Este evento simbólico marca o início de um processo gradual de mudança para as novas instalações, previsto para o primeiro semestre do ano. As salas de formação adaptadas às exigências atuais estarão à disposição da comunidade, demonstrando o compromisso contínuo da Cruz Vermelha Portuguesa em servir e apoiar a sociedade. 

 

 

 

 

 
Partilhar